28 de janeiro de 2009

UM MINI POEMA...



uma gota de orvalho no sereno
uma lua em pleno temporal
as pétalas a dançar no vendaval
o canto da cigarra em sol a pique
a nota musical do alambique
o farpado do arame em roseiral...
o cabelo sobre o travesseiro
a marca de batom no copo qual luzeiro
o guardanapo que envolveu a mão...
o sapato sem passo, descansando
a nudez vestida de sentido
o toc toc das horas no vazio...
coisas que vão minimizando o verbo
tecendo poemas que só eu enxergo
no mini mundo interno que sou eu!


Ana Luiza (coisas de Ana)

Nenhum comentário:

Postar um comentário